sexta-feira, 29 de julho de 2011

APOSENTADO E PENSIONISTA, CONSULTE AGORA SE VOCÊ TEM DIREITO A RECEBER PELA REVISÃO DO TETO PREVIDENCIÁRIO DO INSS

consulta de revisão de beneficio
consulta de revisão de aposentadoria
revisão inss
revisão aposentadoria

...

CANDIDATO RECÉM NOMEADO FALA SOBRE CONVOCAÇÃO DE EXCEDENTES

veja nos comentários desta postagem

O ANTES E O DEPOIS DA MODA EM URBANO SANTOS... PARTICIPE!

ANTES, 1970
Maria José Bento e sua irmã Francisca,
no beco do Velho Juca, hoje beco do Solon


DEPOIS, 2011

quinta-feira, 28 de julho de 2011

DRA. NOEME BARROS DIVULGA PARECER JURÍDICO SOBRE O CASO DO EDITAL 007/2011, QUE CONVOCOU MAIS DE 400 EXCEDENTES DO ÚLTIMO CONCURSO DE URBANO SANTOS.


Prezados urbanosantenses,
 
Trata-se  o   expediente de resposta à várias consultas jurídicas indagando sobre  a situação presente dos convocados no Edital nº 07/2011 do Município de Urbano Santos/MA.
 

Sobre a matéria:
O TSE proveu por unanimidade o recurso e indeferiu o registro de candidatura de Abnadab Silveira Leda, determinando a diplomação e posse do 2º colocado nas últimas eleições municipais: o Senhor Aldenir Santana Neves.
 
Ocorreu que, ciente da perda do mandado por determinação judicial do tribunal superior nominado, o Senhor Abnadab reconhecendo-se na situação de prefeito por tempo bastante exíguo, convocou candidatos aprovados no Concurso Público Municipal, Edital de Convocação nº 07/2011, e nomeando nos cargos respectivos.
 
Obviamente que é claro e notório que intuito do Senhor Abandab é comprometer o erário público, inchou a máquina estatal com provimento de cargos público sem qualquer propósito de necessidade, dando licença prêmio aos inúmeros servidores e convocou os aprovados em caráter de urgência, contratando pessoas, fazendo chamadas em carro de som e na sua cabine da radio difusão, unicamente para fomentar gastos e prejudicar a gestão que irá sucedê-lo, NÃO OBJETIVANDO O BEM DA COLETIVIDADE.
 
Todavia, esclareço que a administração pública não pode ser usada como instrumento para prefeitos ressentidos após a justa perda de seu mandado, e bem menos como arma de conflito políticos, motivo que foi clamado o provimento jurisdicional, isto é, foi proposta ação cautelar com pedido de liminar com toda sua força jurídica inerente para obstar o ato contrário aos princípios de direito administrativo.  
 
Da Decisão Judicial
A Justiça de Urbano Santos/MA, diante das argumentações e documentações apresentadas, SUSPENDEU O EDITAL DE CONVOCAÇÃO Nº 07/2011, ATÉ O JULGAMENTO DO MÉRITO.
A decisão que deferiu o pedido de liminar foi prolatada no último dia 08 de julho de 2011.
REPISA-SE: ESTÁ SUSPENSO POR ORDEM DA JUSTIÇA DE URBANO SANTOS  O EDITAL DE CONVOCAÇÃO Nº 07/2011, TORNANDO SEM EFEITO LEGAL AS PORTARIAS CONCEDIDAS ORIGINÁRIAS DO EDITAL DE CONVOCAÇÃO Nº 07/2011.
 
A indagação de qual seria o interesse do chefe do executivo municipal em convocar cidadãos que não serão administrados por ele, cônscio do indeferimento do registro de sua candidatura, culmina no juízo que não deseja o Senhor Abnadab o bem coletivo aos cidadãos de Urbano Santos, mas sim, o prejuízo de gestão subseqüente é que está sendo pretendido pelo prefeito.
 
O chefe do executivo induziu cidadãos de Urbano Santos a erros, concedendo portarias sem força de validade, desobedecendo a ordem judicial assumiu, conduta de risco e suas consequências as sansões previstas para o crime de desobediência quando deu continuidade ao ato administrativo impugnado.
 
Ora, á guisa de ilustração, convém esclarecer que o prefeito, cujo mandado está retirado por decisão do TSE, pretende, inflar a máquina estatal com contratação de mais de 400 servidores considerando que antes do indeferimento de sua candidatura não esteve inclinado a convocar sequer 01 (UM) dos candidatos aprovados.
 
Vejamos: A intenção de prejudicar é de tal monta que o chefe do executivo nunca havia percebido a conveniência e oportunidade em convocar os aprovados no concurso, no entanto, ao saber da perda de seu mandado, agiu no curto espaço de tempo antes da publicação da decisão do TSE (acórdão).
 
O objetivo único do chefe do executivo é lesionar a integralidade das finanças municipais, em nenhum momento ficou demonstrado o bem da coletividade, mas ficou caracterizado que trava a batalha pessoal para criar desequilíbrio político e financeiro para a próxima administração.
 
Com a diplomação e posse o 2º colocado nas últimas eleições municipais, o Sr. Aldenir Santana Neves, como representante legal do Município de Urbano Santos/MA, também estará sob o manto dos efeitos da decisão judicial e terá que obedecer a ordem judicial deferida que suspendeu o Edital de Convocação nº 07/2011.
 
Espero ter respondido os inúmeros questionamentos recebidos.
 
Noeme Barros – advogada
OAB/MA. 6.102

terça-feira, 26 de julho de 2011

ORDEM FRANCISCANA DE URBANO SANTOS OFERECE CURSOS DE INFORMÁTICA

A ORDEM FRANCISCANA de Urbano Santos, localizada à Rua 10 de Junho, próximo à Câmara Municipal estará a partir de segunda-feira, dia 1º de agosto, com matrículas abertas para Curso de Informática Básica:

Matriculas: dia 1º a 05 de agosto
 
Horários: Manhã:   8:00h  às  12:00 h;  Tarde: 14:00 às 17:00
 
Valor da Matricula: R$ 10,00 (dez reais)
 
Idade mínima: 10 anos
 
Funcionamento de turmas : às terças, sextas e sábados. 
 
Início das Aulas: A ser definido 
 
Vagas Limitadas
 
Contatos: Profª Nilma 88896848 e D.Jesus 88781995
 
Quando fizer contato, diga que viu esta notícia no Blogue Urbano Santos On-Line. 

ESQUEMA DE RECEPTAÇÃO DE MOTOS ROUBADAS É DESMONTADO EM SÃO BENEDITO DO RIO PRETO

Motos roubadas são apreendidas em ação da Polícia Civil no interior do estado
 
Equipes de captura da Polícia Civil da Delegacia de Roubos e Furtos de Veículos (DRFV) apreenderam na última sexta-feira, (22), quatro motos roubadas em uma ação realizada no município de São Benedito do Rio Preto, a 212 km de São Luís.

Segundo informações, as motos, três Honda Fan 125 e uma Broz 150, seriam recebidas por um receptador naquele município. Na ação, foi preso Olavo Moraes da Costa como um dos receptadores que revendia as motos na cidade.


Denúncias repassadas aos agentes da DRFV apontavam que motos roubadas estariam saindo de São Luís para serem revendidas em São Benedito. Assim, equipes da Delegacia foram à cidade e iniciaram investigações para descobrir o paradeiro dos envolvidos na ação.


De acordo com informações policiais, três das quatro motos que foram apreendidas em São Benedito foram repassadas por Olavo Moraes; a outra seria procedente de roubo no município de Vargem Grande.


A Polícia investiga o paradeiro dos demais envolvidos na ação. Olavo foi conduzido à Delegacia de São Benedito, onde prestou depoimento e foi liberado em seguida após pagamento de fiança. As motos apreendidas foram transportadas à São Luís.
Fonte: O Imparcial.

ABNADAB LÉDA NA RÁDIO PONTE NOVA FM DIA 24 DE JULHO: "A JUSTIÇA DE URBANO SANTOS SÃO DOIS PESOS E DUAS MEDIDAS... A DRA. DÉBORA... ELA EXIGIU O PREFEITO DE SÃO BENEDITO CHAMAR OS APROVADOS NO CONCURSO, URBANO SANTOS É O CONTRÁRIO."


OUÇA:


domingo, 24 de julho de 2011

UMA COISA É UMA COISA, OUTRA COISA É OUTRA COISA...

Em São Benedito do Rio Preto a Justiça obrigou o prefeito Creomar, legitimamente eleito, a nomear 04 candidatos do penultimo concurso que foram aprovados dentro do número de vagas, sobretudo porque a administração já estava com outro concurso em andamento sem sequer nomear os APROVADOS CLASSIFICADOS do concurso anterior.

Já em Urbano Santos, o prefeito cassado, eleito ilegitimamente, pretende 'estourar' a folha de pagamento, chamou mais de 400 EXCEDENTES, ou seja que não passaram dentro do número de vagas, isso sendo que, agora faltam menos de 10 para ele ser retirado do cargo, por causa de mais de 14 irregularidades e ainda ficará inelegível por 8 anos. 

Só técnicos em tributos municipais são mais de 20, com salários de R$ 1.500,00 totalizando mais de 30 mil reais só com este cargo.

Urbano Santos precisa de mais de 20 técnicos em tributos municipais?

Na briga entre Abnadab e Aldenir quem perde é a cidade com ações como esta que tentam 'estourar' a folha de pagamentos. A função da prefeitura não é dar emprego para todos, mas sim, bem administrar a cidade com eficiência e eficácia.

sábado, 23 de julho de 2011

ASSEMBLÉIA DE PROFESSORES DELIBERA POR ENCERRAR AS NEGOCIAÇÕES SOBRE PLANO DE CARREIRA COM O ATUAL GOVERNO MUNICIPAL

NOTA DO NUCLEO DO SINPROESEMMA DE URBANO SANTOS, SOBRE O PCRM


Caro Pereira, o senhor questiona meu posicionamento quanto às discussões do PCRM, ao mesmo tempo, afirma que eu sempre quis sentar para conversar sobre as negociações deste Plano de Cargos e Remuneração, obrigado pelo reconhecimento, de fato essa luta não é somente minha, mas de toda a categoria. Essa disposição vem desde meu ingresso na diretoria do Sindicato e, sobretudo nos últimos dois anos, quando o nosso PCCR foi considerado “pacote de bondade” e  literalmente ignorado pelo então prefeito que ai está

São exatamente dois anos e seis meses de tentativas sem sucesso, por parte da nossa mui digna categoria, as nossas últimas tentativas foram descartadas, sob a alegação de existir um processo a ser julgado no TSE. Até então, nenhuma preocupação se tinha em assegurar direitos de professores, ao contrário, no decorrer desses anos, vivemos os piores anos de nossas vidas enquanto profissionais. Fomos execrados, humilhados e desvalorizados pelo governo do qual o senhor faz parte. Mas, mesmo assim, continuamos firmes na luta, com dignidade e sempre buscando o diálogo, pois entendemos que um Plano  de Carreira quando feito com o escopo de valorização do Magistério, não beneficia apenas professores, mas toda uma comunidade escolar e a sociedade de modo geral.

No que se refere a sua falta de entendimento do meu posicionamento, eu até compreendo, tendo em vista que o senhor como membro da comissão do governo, sequer cumpriu com obrigação de está presente na única reunião que houve com os representantes dos professores e tão pouco justificou sua ausência, logo, tem  razão de não saber o que ocorreu no encontro do dia 15, sem contar que o senhor já havia faltado em outros encontros marcados, embora não tenham ocorrido. Isso explica seu compromisso com as questões educacionais.

Para finalizar, quero informar que a Comissão do Sindicato esteve e sempre estará disposta a discutir, elaborar ou reelaborar o PCCRM, desde que este seja eficiente e eficaz. Porém, em nossa instituição, agimos conforme decisão de nossa categoria, onde as decisões são tomadas de baixo pra cima e sempre respeitando os princípios democráticos, diferente de alguns governantes que se acham os donos da verdade e fazem tudo à sua vontade. 

Por: Professor Clemilton Barros

sexta-feira, 22 de julho de 2011

ABNADAB LÉDA DESCUMPRE DECISÃO JUDICIAL E NOMEIA MAIS DE 450 EXCEDENTES DE CONCURSO

Apesar de haver uma decisão judicial do dia 08 de julho proferida pela Dra. Débora Jansen, Juiza de Direito da Comarca de Urbano Santos, o prefeito Cassado Abnadab Silveira Léda deu continuidade ao processo de nomeações nesta última sexta, dia 22 de junho, causando inclusive tumulto devido ao grande número de pessoas tentando ter acesso as suas respectivas portarias.

Há informações que as pessoas que não forem atendidas hoje até as 22h, o serão na segunda quando retornará o procedimento.

A Juíza manda suspender o edital número 007/2011, como podemos ver na cópia abaixo da decisão, veja parte destacada:

A população está desorientada, pois não sabe o que realmente está valendo: se a decisão judicial que suspende o edital ou as ações do prefeito cassado de continuar os procedimentos de nomeações.

Por: Wilson Souza e Iran Avelar

A VERDADEIRA BIOGRAFIA DE SARNEY


Na ocasião do lançamento da biografia chapa-branca, mentirosa e forjada de José Sarney, escrita pela jornalista Regina Echeverria, o Blog Marrapá divulga trechos e indica a verdadeira biografia do oligarca maranhense, o livro “Honoráveis Bandidos – Um retrato do Brasil na Era Sarney”.
Numa narrativa humorada, o escritor Palmério Dória nos leva à sala de estar da família que comanda o Maranhão há mais de quatro décadas, revelando brigas, jogo de interesses e troca de favores entre várias gerações de políticos e bajuladores, dos cenários nacional e maranhense.
No sítio do Jornal Pequeno constam alguns trechos extraídos do livro, leiam abaixo:

O PMDB ERECTO
Vizinha do pai na Praia do Calhau, vizinha do pai no Planalto: Roseana tinha gabinete montado pertinho do pai presidente da República. Comportava-se como se estivesse na própria casa.
Bocuda. E desbocada. Mal chegando às bordas do poder federal, ela presenciou o encontro em que o deputado Cid Carvalho, seu conterrâneo, pediu a Sarney apoio para o PMDB nas eleições de 1985. Cid foi enfático:
“Presidente, ao senhor interessa o PMDB erecto!”
Cid voltou o Planalto, semanas depois, desenxabido com o fracasso de seu candidato, que não passou do quarto lugar, com apenas dez mil votos. Roseana levantou o braço, de punho fechado, em posição fálica:
“Então, Cid? Cadê o PMDB erecto?”
Baixou o cotovelo e o balançou, em gesto obsceno:
“Broxou?”
(“Honoráveis Bandidos”, página 28)

A PORTA BLINDEX DO ZEQUINHA
Nem preferido da mãe, nem preferido do pai, José Sarney Filho, o Zequinha, filho do meio, é pesado de carregar. Foi ministro do Meio Ambiente de Fernando Henrique Cardoso, e mais nada.
Seu grande feito foi transferir para o seu Maranhão, então governado pela irmã, nada menos que 80 por cento das verbas de sua pasta – e Roseana achou pouco.
Quando viu que não vinha mais nada, e que o irmão, três anos mais moço, estava fugindo dela, foi até a casa dele, pegou do jardim uma pedra e atirou-a contra a porta de vidro blindex da entrada, que se espatifou. Raivosa mesmo.
(“Honoráveis Bandidos”, página 30)
Ouça o capítulo 8 da biografia:

Aos maranhenses apreciadores da história, esta sim é a indicação de uma boa leitura.

terça-feira, 19 de julho de 2011

BREVE RESPOSTA AO ANONIMO QUE INSISTE QUE EU PUBLIQUE SEUS COMENTARIOS...

Amigo comentarista anonimo,

pela enesima vez: este blogue nao publica comentarios anonimos, nem que o comentarista diga que o administrador do blogue e covarde em nao publica-los ou que o comentarista desafie o administrador a faze-lo se tiver coragem.

Quanto contracenso: ele proprio, o comentarista que chama de covarde por nao publicar seus comentarios anonimos, tem coragem de se identificar.

Fica o meu compromisso: identifique-se com nome completo, endereço e telefone para confirmacao da veracidade da identificacao e publico tudo que voce escrever, doa a quem doer.

Do contrario o que voce pensa e escreve vai continuar indo para a lixeira!

iran avelar - adm

PS. Varios comentarios aqui publicados
sem endereçoe/ou telefone se justificam
porque tem seus autores conhecidos pelo adm.
A unica razão que faz um comentários não
ser publicado e a impossibilidade de
identificar seu autor.

A FALÁCIA DA INTERVENÇÃO

Prezado Iranilton, é certo que os últimos acontecimentos, ocorridos em Urbano Santos deixaram muitos atônitos. Uns talvez por não acreditarem no ordenamento vigente no País, outros talvez por acreditarem piamente que a impunidade dura para sempre.


Antes de mais  nada, quero te dizer que sou leitor diário do blog e tenho nele o melhor instrumento de informação da nossa Cidade.


Mais vamos aos fatos: vejo com muita preocupação esta estória, plantada inclusive por ex-políticos de Urbano Santos, de que caso o Aldenir tomasse posse haveria, por parte do Governo Estadual, uma intervenção em nosso Município.


Minha preocupação reside no fato de que ou essas pessoas estão perturbadas mentalmente ou muito mal orientadas por seus “advogados”.


A Carta Cidadã de 1988 estabelece no título III- da organização do Estado, capitulo VI, mais precisamente nos artigos 34 a 36 os casos passíveis de intervenção da União no Estado e do Estado no Município. Nesses artigos, que reproduzo abaixo, há todo o regramento a ser seguido no caso de intervenção.


Art. 34. A União não intervirá nos Estados nem no Distrito Federal, exceto para:
I - manter a integridade nacional;
II - repelir invasão estrangeira ou de uma unidade da Federação em outra;
III - pôr termo a grave comprometimento da ordem pública;
IV - garantir o livre exercício de qualquer dos Poderes nas unidades da Federação;
V - reorganizar as finanças da unidade da Federação que:
a) suspender o pagamento da dívida fundada por mais de dois anos consecutivos, salvo motivo de força maior;
b) deixar de entregar aos Municípios receitas tributárias fixadas nesta Constituição, dentro dos prazos estabelecidos em lei;
VI - prover a execução de lei federal, ordem ou decisão judicial;
VII - assegurar a observância dos seguintes princípios constitucionais:
a) forma republicana, sistema representativo e regime democrático;
b) direitos da pessoa humana;
c) autonomia municipal;
d) prestação de contas da administração pública, direta e indireta.
e) aplicação do mínimo exigido da receita resultante de impostos estaduais, compreendida a proveniente de transferências, na manutenção e desenvolvimento do ensino. (Incluída pela Emenda Constitucional nº 14, de 1996)
e) aplicação do mínimo exigido da receita resultante de impostos estaduais, compreendida a proveniente de transferências, na manutenção e desenvolvimento do ensino e nas ações e serviços públicos de saúde.(Redação dada pela Emenda Constitucional nº 29, de 2000)
Art. 35. O Estado não intervirá em seus Municípios, nem a União nos Municípios localizados em Território Federal, exceto quando:
I - deixar de ser paga, sem motivo de força maior, por dois anos consecutivos, a dívida fundada;
II - não forem prestadas contas devidas, na forma da lei;
III - não tiver sido aplicado o mínimo exigido da receita municipal na manutenção e desenvolvimento do ensino;
III - não tiver sido aplicado o mínimo exigido da receita municipal na manutenção e desenvolvimento do ensino e nas ações e serviços públicos de saúde;(Redação dada pela Emenda Constitucional nº 29, de 2000)
IV - o Tribunal de Justiça der provimento a representação para assegurar a observância de princípios indicados na Constituição Estadual, ou para prover a execução de lei, de ordem ou de decisão judicial.
Art. 36. A decretação da intervenção dependerá:
I - no caso do art. 34, IV, de solicitação do Poder Legislativo ou do Poder Executivo coacto ou impedido, ou de requisição do Supremo Tribunal Federal, se a coação for exercida contra o Poder Judiciário;
II - no caso de desobediência a ordem ou decisão judiciária, de requisição do Supremo Tribunal Federal, do Superior Tribunal de Justiça ou do Tribunal Superior Eleitoral;
III - de provimento, pelo Supremo Tribunal Federal, de representação do Procurador-Geral da República, na hipótese do art. 34, VII;
III de provimento, pelo Supremo Tribunal Federal, de representação do Procurador-Geral da República, na hipótese do art. 34, VII, e no caso de recusa à execução de lei federal. (Redação dada pela Emenda Constitucional nº 45, de 2004)
IV - de provimento, pelo Superior Tribunal de Justiça, de representação do Procurador-Geral da República, no caso de recusa à execução de lei federal. (Revogado pela Emenda Constitucional nº 45, de 2004)
§ 1º - O decreto de intervenção, que especificará a amplitude, o prazo e as condições de execução e que, se couber, nomeará o interventor, será submetido à apreciação do Congresso Nacional ou da Assembléia Legislativa do Estado, no prazo de vinte e quatro horas.
§ 2º - Se não estiver funcionando o Congresso Nacional ou a Assembléia Legislativa, far-se-á convocação extraordinária, no mesmo prazo de vinte e quatro horas.
§ 3º - Nos casos do art. 34, VI e VII, ou do art. 35, IV, dispensada a apreciação pelo Congresso Nacional ou pela Assembléia Legislativa, o decreto limitar-se-á a suspender a execução do ato impugnado, se essa medida bastar ao restabelecimento da normalidade.
§ 4º - Cessados os motivos da intervenção, as autoridades afastadas de seus cargos a estes voltarão, salvo impedimento legal.(grifos nossos)

O Município de Urbano Santos no momento não fere nenhum dos artigos supracitados assim, não há o que se falar em intervenção por parte do Governo do Estado.

O Governo do Estado não vai convocar uma sessão extraordinária da Assembleia Legislativa do Estado do Maranhão para aprovar um ato contrário ao que determina a Constituição Federal.

Convenhamos, os ex-políticos que alardearam essa hipótese estapafúrdia não tem respaldo político suficiente para conseguir fazer valer tal aberração jurídica.

O ex- Prefeito de Urbano Santos, condenado pela Justiça Estadual a dois anos e seis meses de reclusão, hoje pendurado em decisão cautelar, e cassado, por unanimidade, pela Justiça Eleitoral em razão da não aprovação de cinco contas, não tem respaldo político para tanto, só 1.600 votos de um total de 4.000 votos prometidos na última eleição estadual não vale uma insanidade.

Cabe dizer que o Sr. Aldenir Santana Neves tomará posse como prefeito de Urbano Santos tão logo seja publicado o Acordão(voto) que decidiu pela cassação do primeiro colocado. É o que diz a Lei (DURA LEX, SED LEX) e será cumprida dessa forma vez que todos, cidadãos e instituições, estão sujeitos a ela, embora uns teimem em pensar diferente.

Por fim afirmo que não haverá golpismos ou coisa do gênero em nosso Município. Como cidadão desta Cidade conclamo a todos que se façam presentes na posse do novo Prefeito, quando está se der. Como amigo e aliado político do Aldenir afirmo que ele fará um governo tranquilo sem sobressaltos e terá todo o meu apoio, da minha Esposa Iracema Vale, do nosso grupo político em Urbano Santos e principalmente dos nossos Deputados e amigos que orgulhosamente colecionamos ao longo dessa jornada política e confiados, que somos, no irrestrito apoio deles é que afirmo que todas as tentativas de golpe serão abortadas no seu nascedouro e terão sem dúvida alguma uma resposta a altura. Tal qual foi a primeira de outras condenações que virão.

Grato pelo espaço e saudações a todos os urbanosantenses
.
Hérlon Costa Lima,
OAB-MA 9904

sábado, 16 de julho de 2011

INTERVENÇÃO NÃO!


Fala-se nos bastidores da política urbanosantense que o prefeito cassado Abnadab Silveira Léda estaria articulando uma intervenção no município de Urbano Santos... essa teria sido a saída que ele encontrara para evitar que seu ex-amigo, adversário, desafeto e agora inimigo pessoal, Aldenir Santana Neves, não assuma a administração da cidade a partir do início de agosto tal qual preceitua a decisão do TSE, explico...

Foi cassado o registro de candidatura de Léda, pois o mesmo não poderia nem ter sido candidato naquela eleição de 2008, os votos dados a ele foram considerados nulos pela justiça, portanto passa a ser considerado eleito o segundo mais votado.

Um exemplo muito parecido do que falo foi o que aconteceu com a cassação de Jackson Lago, quem assumiu foi a segunda mais votada: Roseana Sarney.

Mas voltando a falar sobre a suposta Intervenção em Urbano Santos, convém alertar para alguns pontos:

1. Esta saída, que a princípio seus partidários estão achando que é um verdadeiro milagre de salvação, na verdade é uma das ferramentas mais autoritárias que já pôde existir desde o golpe militar de 64;

2. O instituto da Intervenção em um município só se justifica por um estado de exceção, ou seja, se as intituições, a legalidade e a sociedade do local como um todo estiverem em colapso, inclusive com desordem social generalizada na comunidade e atos de violência, não é o nosso caso.

3. Aqui em Urbano Santos existe uma previsão legal a ser cumprida, não há registro de violência política, o legislativo, o judiciário e até o executivo estão funcionando, o que existe é um caos administrativo, mas isso fruto do governo estabelecido, não é o caso de estarem sendo forçadamente impedidos de governar pelo povo, não governam bem porque para eles existem outras prioridades.

Não trata, esse de texto, de ‘quebrar lança’ por quem deverá assumir a partir de agosto, mas sim de ‘quebrar lança’ pela ordenação jurídica, estabilidade institucional, tranquilidade social e respeito a normatização que rege a democracia em nosso País.

Todos aqueles que defendem uma Intervenção em Urbano Santos estão comungando com o golpismo. O que sabemos já não tem sido novidade na nossa cidade, vide últimas eleições da câmara, vide as tentativas desumanas de impedir a posse do vice João Marcel. O instituto do golpe vem se fortalecendo cada vez mais na nossa cidade e isso é muito ruim, é perigoso desacreditar na previsibilidade das normas: isso sim, causa situações verdadeiras em que se deve recorrer a Intervenções.

O que percebemos, como eu já alertei várias vezes neste blogue, é que ‘o jogo só vale quando eles ganham, se perdem: anula o jogo que não valeu’. Léda, deixe acontecer o que tiver de acontecer tal qual prevê a Lei, ganhe as eleições do ano que vem com uma candidatura limpa e então não teremos mais esses problemas em nossa cidade, lembre-se: você tem votos.

Vamos respeitar as normas do jogo para que sejamos respeitados... assim fica parecendo "minino" do buchão: a bola é minha e o jogo acabou!

Iranilton Araujo Avelar
sociólogo
DRT-00082

quinta-feira, 14 de julho de 2011

JUSTIÇA OBRIGA PREFEITURA DE SBRP A EMPOSSAR APROVADOS CLASSIFICADOS DO ÚLTIMO CONCURSO E AINDA A PAGAR OS VENCIMENTOS QUE ELES DEVERIAM TER RECEBIDO ATÉ AGORA, CORRIGIDOS!



A justiça da Comarca de Urbano Santos, julgou procedente ação ordinária obrigação de fazer proposta pela Drª Noeme Barros contra o Município de São Benedito do Rio Preto, sendo condenado a nomear os concursados aprovados no último concurso público de São Benedito do Rio Preto..

A Justiça conferiu aos aprovados o direito subjetivo a nomeação para o cargo que concorreu, foi habilitado e passou dentro do número de vagas divulgado no edital e não mera expectativa de direito.

Condenou ainda a pagar os vencimentos dos requerentes referente ao seus respectivos cargos devidamente corrigidos.

Por fim condenou também a pagar indenização pelos danos morais,  sofrimento, angustia e decepção sofridas pelos requerentes, Mardônio Nascimento Simão, Alan Simão, João Conceição Pedrosa e Jose Ribamar Silva Ferreira.


quarta-feira, 13 de julho de 2011

SÃO BENEDITO DO RIO PRETO ON-LINE É ALVO DE REPRESSÃO POR QUE FOTOGRAFOU OBRA DE CRECHE DADA COMO QUASE CONCLUÍDA SEM TER NEM O ALICERCE'


Em 13 de maio deste ano o Blog do Luís Cardoso postou matéria intitulada "Prefeito acumula riqueza enquanto municipio nada na miséria", falando dos desmandos do Sr José Creomar de Mesquita Costa. Vamos pular essa parte porque vivenciamos isso cotianamente.

No dia 16 de maio, o prefeito Creomar postou um comentário no mesmo blog, justificando  ao jornalista que:

"antes de fazer as infundadas e inverídicas acusações, deveria se informar melhor a respeito de minha atuação profissional e de minha trajetória como Político neste município. Antes de ingressar na vida pública, sempre exerci com muito afinco a profissão de médico, o que me permitiu adquirir algum patrimônio material. Com relação à vida pública, estou no exercício do meu terceiro mandato de Prefeito em São Benedito, prova inequívoca do bom serviço prestado na minha administração e da valorosa aceitação popular."

Perceba que o Sr Creomar admite que é detentor do que ele chama "algum patrimônio material". Quem é um pouco mais antigo sabe do patrimônio que o médico Zé Creomar era detentor.
O prefeito continua seu puxão de orelha no jornalista, dizendo que:

"Em relação aos convênios, posso assegurar que todos estão sendo executados a contento, e para a sua informação, no ato da assinatura de qualquer convênio, existem cláusulas que definem prazos para a sua contratação, execução e prestação de constas, o que se aplica ao presente caso, estando os mesmos em plena vigência. O senhor faz referência ao convênio de origem do Ministério da Educação no valor de R$ 622.620,33, que tem como objeto a construção de uma creche escolar, cuja obra já se encontra em fase de conclusão com mais de 80% dos serviços realizados, podendo ser vistoriada in loco por qualquer pessoa e até mesmo pelo senhor."

Veja a seguir, fotos, tiradas ontem, da creche a que o prefeito se refere:

Percebamos que atualmente a obra ainda não possui sequer um tijolo assentado, aliás ãinda não foi feito nem mesmo o baldrame, embora o próprio prefeito afirme em seu comentário naquele blog que a obra já esteja em fase de conclusão, com mais de 80% pronto.

Daí presumimos: ou o prefeito está mentindo para todos nós em rede mundial, ou então ele não irá muito adiante com a construção da creche, pois se isso aí equivale a 80%, o que seriam os 100%?

Voltando ao comentátio do prefeito de nossa cidade no blog do Cardoso, o Sr Cremar Mesquita continua seu puxão de orelha concluíndo:

"Portanto, senhor jornalista, como disse anteriormente, quero advertir que a matéria publicada não condiz com a verdade dos fatos, sendo levianas as acusações, com intuito tão-somente de denegrir minha imagem pessoal e política, uma vez que o senhor não cita comprovação real que dê azo às suas alegações, finalidade esta, totalmente desvirtuada da verdadeira função do jornalismo de cunho informativo, que realmente interessa ao público. Lembro ainda, que tal atitude é passível de reparação pelo dano moral a mim causado, uma vez que seu blogue tem ampla divulgação.
José Creomar de Mesquita Costa - Prefeito Municipal de São Benedito do Rio Preto."

Não conhecíamos esse lado democrático do Sr Creomar, defendendo matérias de cunho jornalístico com as devidas comprovações. Se isto verdade for, ele deverá apreciar as matérias postadas neste Blog SBRP on-line, pois todas são acompanhadas das devidas comprovações.
Mas que mal lhe pergunte, Sr Creomar, porque Vossa Excelência nunca comentou nenhuma de nossas matérias deste blog?

Mesmo já estando esta matéria bem grande, achamos por bem informar aos sambeneditenses que as fotos da creche  foram tiradas ontem, 11/07/2011, por volta do meio dia. Porém, os responsáveis pela obra ao saberem que elas foram tiradas, ameaçaram tomar e quebrar a ma´quina do companheiro fotógrafo, o qual reagiu e pediu que eles quebrassem.

Não quebraram, mas ligaram para o prefeito que imediatamente comunicou a polícia que, por sua vez, em menos de cinco minutos chegou ao local em viatura comandada pelo sargento da PM, Sidnes, que solicitou que a máquina lhe fosse entregue e só não invadiu a casa do cidadão porque este o alertou que não entrasse.

Percebamos também que essas duas últimas fotos foram tiradas do lado de dentro da residência.

TUDO ISSO OCORREU ONTEM POR VOLTA DO MEIO DIA E INÍCIO DA TARDE. QUANDO OUTROS COMPANHEIROS DO NDDCSBRP TOMARAM CONHECIMENTO E SE DIRIGIRAM AO LOCAL, MAS A VIATURA JÁ ESTAVA SAINDO.

O Blogue São Benedito do Rio Preto On-Line encerra essa postagem convidando o Senhor Creomar, para comenta-la e esclarecer esses e outros fatos para todos.

Por: .
Rede de Blogues Municípios On-Line

segunda-feira, 11 de julho de 2011

PROCURA-SE NATAN


MELHOR TARDE DO QUE NUNCA: DEMONSTRATIVO DE RECEITAS E DESPESAS DO ANIVERSÁRIO DE 82 ANOS DE URBANO SANTOS



CLIQUE PARA AMPLIAR


Com transparência e honestidade fazemos mais pela cidade!

CORREÇÃO: 
Acrescente-se ao saldo restante, R$ 200,00 doados pelo amigo Raphael Abdalla, resultando assim em 277,34 de sobra, recurso que será utilizado em ação social a ser realizada dia 30 de julho pelo Instituto Pe. Henry em povoado urbanosantense a ser divulgado posteriormente. 
A ação será registrada e divulgada aqui no blogue.

Abraços aos amigos Raphael Abdalla e ao Henrique da Micro +, que estão sempre apoiando as ações em benefício da Cidade de Urbano Santos!!!  


sexta-feira, 8 de julho de 2011

JUSTIÇA DE URBANO SANTOS DETERMINOU A SUSPENSÃO IMEDIATA DO EDITAL QUE CONVOCOU 447 EXCEDENTES DO ÚLTIMO CONCURSO


A nomeação e a posse de candidatos convocados pelo atual gestor cassado, implicaria num aumento descomunal de despesas com a folha de pagamento de pessoal no município de Urbano Santos, isto viola a lei de responsabilidade fiscal, uma vez que Léda aguarda apenas a publicação da cassação pelo TSE, que deverá ocorrer na primeira semana de agosto.

Ou seja, conforme nosso blogue havia 'cantado a pedra'  no dia 01º de julho na postagem que lembrava da lei de responsabilidade fiscal, intitulada: "O QUE QUEREM COM A NOMEAÇÃO DE CENTENAS DE EXCEDENTES DO ÚLTIMO CONCURSO?"

Resta saber sobre quem, para assumir em Urbano Santos, pediu exoneração do serviço público para não 'dar em acúmulo de cargo' em São Benedito, Belágua, etc... ? 

Quem vai reparar seus prejuízos?


N.T.I. APRESENTA: MEGA FÉRIAS IN MUSIC DIA 16 DE JULHO NA CHOPERIA RAMOS.


CORTAREI MINHA TRANÇA E NÃO SEREI SUBMISSO A NENHUM IMPERADOR. VIVA A REVOLUÇÃO!


Os jovens, desde tempos remotos sempre foram rebeldes com relação as suas vontades e desejos, ideologias e utopias. Exemplifiquemos Martin Luter King, Freud, Fidel, Che, Joana D`Arc, Elenira, Olga e Mao Tsé-Tung. Este último do qual deve-se o título acima, conhecemos um pouco de sua audácia, coragem e vontade de vencer em meio a tantas avalanches que enfrentara durante toda sua vida. 

Mao foi um jovem cheio de esperanças, otimismo e muito estudioso. Filho de camponeses, nascido na Aldeia de Shaoshan em 1893, província de Hunan, China. Freqüentou a escola até os 13 anos de idade, quando foi trabalhar como lavrador. Mao tinha o sonho de um dia governar seu país e tirá-lo do atraso. Apesar de a China ser uma das nações mais antigas do mundo, até meados do século XX, era um país ainda semi-feudal. Mao começou sua carreira política ainda na casa de seu pai enquanto adolescente. O pai não dava oportunidades para que ele estudasse e seguisse uma carreira diplomática como tanto sonhava, ao contrario, matinha o filho sobre repressão de trabalhos forçados nos campos de arroz. Mao precisava de um tempo para se rebelar contra as injustiças do pai. Certo dia sem se despedir do velho, o jovem sonhador e combatente abraçou sua mãe, colocou sua mochila nos ombros e iniciou sua caminhada para Siangsiang. Nunca mais voltaria a morar na mesma casa que seu pai. Traçou um caminho novo com visão naquilo que sonhava. Foi estudar numa escola pública de Dangshan. Escola essa da elite daquela região, como sempre, o calouro sofreu por ali muitas discriminações por ser pobre e não ter roupas elegantes, pois a maioria dos alunos dessa escola eram filhos de fazendeiros bem-sucedidos e militares do governo. Mao era um aluno muito interessado e com o passar dos anos ganhou a admiração do diretor da escola, em pouco tempo essa escola já não tinha muito o que oferecer ao jovem estudante. Com isso Mao se transferiu para uma escola na grande cidade de Shangshan em 1911, ele nunca havia estudado numa cidade grande, ficou assustado com as grandes mansões, os templos luxuosos e a beleza dos parques, nesta cidade Mao comprou seu primeiro jornal “A força do povo.” As coisas estavam se ajustando e dando certo em sua nova vida. As conversas em esquinas e praças dos jovens estudantes, eram sempre os debates políticos para uma China melhor. Para Mao, a melhor maneira de tirar a China do atraso seria através de uma Revolução Comunista e teria seu estopim nas bases camponesas. Começava por ali suas primeiras experiências como líder revolucionário. Em 1918, Mao licenciou-se como professor na escola normal de Shangsha onde depois exerceu o cargo de educador. 

Como sempre, a vida não é fácil, principalmente quando se diz respeito às questões políticas e ideológicas e ainda mais, revolucionárias. Ele sofreu bastante a ponto de estudar por conta própria durante meses. Nesse período conseguiu um emprego na biblioteca de Shangsha. Era sempre o primeiro a chegar pela manhã e o último a sair. Hospedado numa pensão suja e barata a ponto de algumas vezes dormir no chão, anos mais tarde Mao se referiria a essa iniciativa de progredir, como uma das fases mais importantes de sua educação. Sentia-se como um boi solto num rico pasto, lendo tanto quanto suas vistas pudessem suportar. Dias mais tarde Yang, um amigo, ajudou Mao a conseguir um emprego na Biblioteca da universidade de Pequim, ele limpava salas, guardava e registrava as saídas dos livros. Mao se dedicava muito no oficio de quase um bibliotecário, pois na verdade era apenas faxineiro. 

Antes desses acontecimentos na vida daquele jovem camponês que mais tarde seria o primeiro presidente popular Socialista Comunista da China. Quando voltava de Shangsha Mao funda a “Sociedade de Estudos do Novo Povo” que clamava pela reforma da China e combatia várias injustiças e corrupções. Em seu novo emprego como faxineiro da biblioteca de Pequim, o jovem idealista tentava muitas vezes conversar com outros jovens que freqüentavam a biblioteca, mas era ignorado e eles não tinham muito tempo a perder com aquele caipira mau-vestido de Hunan. Com o passar dos tempos Mao foi aperfeiçoando suas idéias socialistas, durante horas quando tinha tempo ele passeava nos bairros operários de Pequim e não conseguia entender tanta miséria em meio a tanta riqueza e luxuria das classes dominantes. Em 1927, as tropas conservadoras entraram em Xangai para atacarem a as forças do PARTIDO COMUNISTA, mas tiveram a surpresa dos contra-ataque das milícias de trabalhadores formadas por operários e camponeses onde se resumiu na morte de muitos soldados de ambos os lados, Mao foi um dos criadores do PC da China. Enquanto isso Mao continuava acreditando no potencial dos camponeses e pra ele a China começaria a partir dali a fazer sua própria Revolução de Outono rumo à liberdade, nome dado a Revolução Russa de 1917. Mao Tsé-Tung organizou um “EXERCITO VERMELHO” com a maioria de seus membros formados por camponeses. Nesse período ele foi expulso do partido por motivo de sua rebeldia, mas esse pequeno detalhe não abalou o jovem revolucionário, pois além de tudo ele tinha o apoio do povo e isso era o mais importante em sua “Longa Marcha.” Como ele mesmo disse: “lutar, falhar, lutar novamente, falhar novamente, lutar outra vez até a vitória... essa é a lógica do povo.” O comandante Mao marchava sem parar conversando com os camponeses, lhes prometendo reformas sociais, o seu exército era muito disciplinar e cortês, pagavam o preço justo pelo o que compravam e devolviam tudo que pedia emprestado, com muito respeito e carinho prestado aos lavradores. Com esse grau de extrema educação o exército foi crescendo a cada dia, Mao tinha sobre seu comando pra mais de 100.000 homens e outros líderes lhe davam apoio estabelecendo seus comandos além das fronteiras da China. O Exército Vermelho expandiu seu território recrutando mais e mais camponeses e criando o chamado “SOVIETE” – termo usado durante a Revolução Russa para se referir ao Conselho dos Trabalhadores. Suas tropas cresceram tanto até meados de 1930, que corajosamente acreditavam em tomar o poder central da China por intermédio de uma “Luta Armada Revolucionária.” Mao com seus exército marcharam sem parar embriagados pelos “VENTOS DO LESTE.”Apesar das desvantagens sofridas durante a Guerra Civil, os soldados do Comandante  Mao Tse-Tung venceram a guerra contra os nacionalistas de Chang Kai-Chek, tomando o poder da China em 1949. Após proclamar o estabelecimento da REPUBLICA POPULAR DA CHINA em 49, Mao, dedicou-se a reconstruir o país que foi destruído durante 30 anos de guerras sucessivas.

Mao Tsé-Tung, o “Presidente Vermelho de Pequim” reorganizou o país nos moldes comunistas do Leste Europeu de acordo com a cultura milenar da China, óbvio. Agora o leitor deve estar se perguntando o porquê do título acima. Pois bem irei explicar. Na China desde tempos bem remotos que os cidadãos chineses usavam uma enorme trança na cabeça em sinal de submissão ao imperador. Aos 18 anos o jovem Mao cortou a sua em protesto contra essa herança feudal. O pai muito conservador insistia que todos os seus filhos usassem essa tal trança tradicional. Mas Mao ao se rebelar contra esse sistema de atraso e acreditar nas reformas de uma nova China moderna, disse “Cortarei minha trança e não serei submisso a nenhum imperador. Viva a Revolução!” Mao Tsé-Tung é um grande exemplo de pessoa que sonhou e acreditou em seus ideais com muita luta e força de vontade. Passou por muitas aprovações, barreiras e avalanches mas nunca desistiu.

 O menino caipira, que pensou em estudar, que fugiu da casa do pai, que foi morar nas ruas das grandes cidades, que se tornou bibliotecário e professor, que era poeta nas horas vagas... esse mesmo menino se transformou num grande e respeitado líder militar, comandando um “EXERCITO REVOLUCIONARIO” numa marcha, numa guerra sangrenta até a vitória, subindo no púpito e discursando em 1949, intitulado Presidente da República Popular da China. Como ele mesmo disse: “O poder político nasce do cano da espingarda. A auto-satisfação é inimiga do estudo. Se queremos realmente aprender alguma coisa, devemos começar por libertar-nos disso. Em relação a nós próprios devemos ser insaciáveis na aprendizagem e em relação aos outros, insaciáveis no ensino. Saudações.”
José Antonio Basto
Poeta social, sindicalista e revolucionário
Urbano Santos/MA, Junho de 2011
email: jabastopoetaser@gmail.com