quarta-feira, 30 de março de 2011

FERRO A MODA ANTIGA

Este ferro a brasa com 51 anos, tem detalhes em madeira, seu funcionamento era com o uso de brasas como mostra a foto ao lado.

O mesmo pertencia a senhora Eurídices Santana da Silva(Sra. NENA), já falecida, que adquiriu o objeto em função da não existência de eletrodomésticos naquela época, visto isso, mesmo com a chegada da energia elétrica na cidade a mesma não se desfez do objeto em  razão de ser econômico.

No entanto, até pouco tempo existiam pessoas que usavam ferro de passar a brasa feito de “ferro fundido” mais moderno, mas não como esse que está exposto, pois estes  foram os pioneiros.

Hoje esse ferro pertence a senhora Francisca Caldas da Silva.

Por Telma Sousa Nascimento

Agradecimentos,
À Senhora Francisca Caldas da Silva, pela contribuição para conclusão desta postagem.

terça-feira, 29 de março de 2011

ANDIROBA, UMA LUTA PELA TERRA - UM FILME DE JEROME PERRET. Parte 3 de 6. Veja todas terças.

ANDIROBA 3 DE 6
a exibição depende da qualidade da conexão

TSE ACABOU DE CANCELAR SESSÃO DE JULGAMENTOS POR CAUSA DE LUTO OFICIAL, FALECEU JOSÉ ALENCAR, EX. VICE-PRESIDENTE.

O BLOGUE US ON-LINE NÃO ELABORA NEM APOIA MATERIAL ANÔNIMO.

Também não apoia saques a prédios públicos feitos na calada da madrugada.

segunda-feira, 28 de março de 2011

CONFIRMADO BBB: TERÇA-FEIRA TEM PAREDÃO FINAL, ALGUÉM VAI SER ELIMINADO...

Min. Hamilton Carvalhido, relator.

Processo de Urbano Santos entrou na pauta e será o 24º a ser julgado amanhã e o 1º da relatoria do Ministro Hamilton Carvalhido, que teria feito questão de coloca-lo nessa posição após perceber manobras para atrasar do julgamento!

PROFESSORES DO MUNICÍPIO DE URBANO SANTOS PARALISAM SUAS ATIVIDADES COM 20 PONTOS DE REIVINDICAÇÃO

 
Após o governo municipal ter ignorado negociação com a classe. Os professores da Rede Municipal de Ensino decidiram em assembleia geral, por unanimidade no último dia (19) de março, fazer PARALISAÇÃO DE ADVERTÊNCIA de 48 horas nos dias 28 e 29 de março com atos públicos. A pauta de reivindicação dos professores consiste: 


1. PLANO DE CARGOS CARREIRAS E SÁLARIOS

2. Apresentação das folhas de pagamento com os recursos do FUNDEB no ano de 2010.

3. Regularização e funcionamento efetivo dos conselhos FUNDEB e CAE.

4. Capacitação dos conselheiros que exercem o controle social no município.

5. Distribuição de merenda escolar para os alunos.

6. Distribuição de livros didáticos nas escolas.

7. Disponibilização de transporte escolar para todos os alunos que dele necessitam.

8. Pagamento dos abonos salariais dos anos 1999, 2003 e 2004.

9. Pagamento do salário referente ao mês de dezembro de 2008.
10. Ampliação e/ou construção de salas de aulas para corrigir o problema de superlotação das turmas.

11. Climatização das salas de aula.

12. Nomear e lotar imediatamente os novos concursados.

13. Disponibilizar biblioteca nas escolas.

14. Substituir diretores de escolas que sejam contratados por professores do quadro efetivo do município.

15. Disponibilizar água potável para o consumo dos usuários da escola em especial os alunos.

16. Promover nas escolas, a inclusão digital possibilitando aos alunos e professores aulas de informática e acesso à internet.

17. Promover capacitação pedagógicas para os professores periodicamente.

18. Disponibilizar materiais didáticos nas escolas e incentivar o uso de forma produtiva.

19. Divulgar amplamente o plano de Ação da Secretaria Municipal de Educação bem como o calendário escolar para o ano letivo de 2011.

20. –Regularizar as informações dos servidores na RAIS.

21. Oferecer condições dignas de trabalho para todos os profissionais da Educação.

ATO PÚBLICO EM DEFESA DA EDUCAÇÃO
19:30 HS
HOJE, 28 DE MARÇO DE 2011 
PRAÇA DO FAROL

domingo, 27 de março de 2011

DE QUEM É A CULPA?

Mais uma notícia escabrosa das administrações de nosso município. Já tivemos de tudo:  cachaça na merenda escolar, abonos salariais que nunca foram pagos ao professores, escola  não  construída e  informada em prestações de contas, prefeito e ex-prefeito presos pela POLICIA FEDERAL por desvio de recursos público e agora ônibus escolar apreendido em auto escola em São Luis.
É sem duvidas,  uma informação capaz de indignar qualquer cidadão, tendo em vista que há anos não dispomos de transporte escolar adequado, para nossas crianças chegarem até a escola e usufruir do bem cultural mais precioso de suas vidas, a Educação.
Nos últimos  anos, essa situação se agravou consideravelmente. Para ser mais preciso, no ano  de 2009 os ônibus escolares, não rodaram um metro com alunos. A Controladoria Geral da União (CGU) esteve aqui fazendo uma auditoria e recebeu várias denúncias oferecidas pelo  Sindicato dos professores, inclusive a ausência de transporte escolar, fez consulta aos alunos e constatou a irregularidade.
Segundo relatório da CGU, com informações da Secretária de Educação, em outubro de 2009 o município de Urbano Santos contava com três veículos para transporte escolar. Um deles se encontrava em São Luis para conserto (acreditamos ser esse apreendido pelo Ministério Público), outro não tinha condições de trafegar e o terceiro estava em boas condições ,mas que não era utilizado por falta de motorista.
O curioso é que mesmo com a declaração da Secretária de Educação afirmando não ter transporte escolar naquele ano, o município apresentou uma despesa de R$ 109.580,45(cento e nove mil,quinhentos e oitenta reais  e quarenta e cinco centavos) com a compra de 16.195 litros de gasolina e 28.235 litros de óleo diesel para transporte escolar, no período de janeiro a setembro de 2009, com recurso provenientes do FUNDEB. Como explicar isso?
Enquanto isso, dezenas de estudantes se aventuravam e ainda se aventuram nas precárias estradas de nosso município, enfrentando sol, chuva, lama e escuridão para chegarem à escola. Muitos  abandonaram ou abandonam as salas de aulas por não conseguiram superar os desafios impostos por essas cruéis administrações  do  município.
No ano passado, o Ministério Público, ajuizou uma ação Civil Pública para  a regularização do transporte escolar. O prefeito usou apenas de medidas paliativas, contratando ônibus sem condições adequadas para transportar os alunos e este ano a precariedade continua, tendo em vista que os dois ônibus escolares do município, além de não atenderem a demanda, constantemente apresentam problemas, pois estão  quase com uma década.
Por tudo isso, manifestamos nosso repúdio a todas essas irregularidades e esperamos que o Ministério Público e a Justiça, possam punir no rigor da lei todos os culpados que com seus  atos macabros, estão comprometendo o futuro  de muitas crianças.  
 
Clemilton Barros
pres. do Sindicato dos Professores em Urbano Santos

O PODER DE UMA PALAVRA

No ano de 1970 ocorreu na cidade de Urbano Santos, a prisão dos padres José Antonio Monteiro Magalhães (Foto ao lado) e ~Francisco Xavier Gilles de Maupeou d’Ableiges (Foto abaixo)  que decorreu de uma denúncia local, pelo uso da palavra comunidade sendo esta relacionada ao comunismo uma vez que, os mesmos vieram estabelecer as chamadas CEB’S, Comunidades Eclesiais de Base na região, houve prisões e torturas, a cidade vivia sob tensão e medo, e houve muito clamor popular pelo fato ocorrido.
O comunismo é um sistema social, político e econômico desenvolvido teoricamente por Karl Marx, onde sua teoria defende que as classes sociais no capitalismo vivem como numa forma de domínio de homens que detêm posses e homens despossuídos, no entanto acredita, em várias de suas vertentes, que é possível construir uma sociedade igualitária para todos sem explorados nem exploradores.

Em comum a esse acontecimento, é que segundo relatos, muitas pessoas viviam sob um regime de “semi-escravidão” onde, utilizavam a força dos trabalhadores para fins econômicos de lucro da propriedade privada da terra. Diante desta determinada situação, os padres fundaram as Comunidades de Base, que eram associações religiosas, as quais tinham como objetivo a pregação libertadora da palavra de Deus.

Leia abaixo, o Jornal Pequeno da época.
CLIQUE PARA AMPLIAR.
Por Izanda Cristina Aguiar

sexta-feira, 25 de março de 2011

ABNADAB LÉDA LIGOU PARA O ADMINISTRADOR DESTE BLOGUE E DECLAROU:

'Enviarei toda a documentação a respeito do caso deste ônibus para que você publique em seu blogue.'
Abnadab Léda

- O blogue não se objeta a publicar os esclarecimentos do gestor municipal e aguarda o material para divulgaçao.
Iran Avelar

APREENSÃO DO ÔNIBUS ESCOLAR REPERCUTE EM TODO MARANHÃO

extraído do blog 'Diários de Luta'

Apreensão de ônibus escolar de Urbano Santos em auto-escola de São Luís: Fato e Versão


O fato

Em ação conjunta, equipe das Promotorias de Investigação Criminal, do Ministério Público Estadual, e fiscais do Instituto de Metrologia e Qualidade Industrial do Maranhão (Inmeq-MA) apreenderam, na manhã de ontem, 23 de março, um micro-ônibus, cadastrado como sendo de propriedade do Município de Urbano Santos, que estava sendo utilizado pela auto-escola Padrão, com suspeita de ilegalidade.

Segundo o promotor Paulo Avelar, da Promotoria de Defesa da Educação de São Luís, “os documentos apresentados atestam que o ônibus foi adquirido com recursos do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação - FNDE”. O veículo, incluindo seu licenciamento e nota fiscal, será encaminhado à Polícia Federal para investigação e à Promotoria de Justiça de Urbano Santos para as apurações devidas.

 “O veículo deveria estar servindo às crianças e adolescentes. Não há nada que justifique o uso de um veículo para o transporte escolar como propriedade de uma empresa, para fins particulares, completa o promotor.

A fraude foi confirmada pelos fiscais do Inmeq, que constataram o mesmo padrão do Governo Federal com as palavras “transporte escolar” em auto relevo, cobertas, em parte, pelo adesivo com o nome da auto-escola.Além disso, há o selo do Inmetro e do Caminho na Escola”, explicou o fiscal do Inmeq João Sebastião Souza. 

Conforme dados do convênio, cujo espelho pode ser visto clicando aqui, a transferência de recursos da União para o município de Urbano Santos faz parte do programa federal “Caminho da Escola”, de fomento ao transporte escolar, que previu a aquisição de veículo automotor, zero quilômetro, de transporte coletivo, destinado exclusivamente ao transporte diário de alunos da educação básica.

O valor do convênio é de R$ 112.860,00 ( cento e doze mil, oitocentos e sessenta reais), com a contrapartida do município estabelecida em R$ 1.140,00 ( um mil, cento e quarenta reais).

Em 19/06/2008, foi feita a última liberação, encontrando-se o município adimplente, ou seja, ainda dentro do prazo de fazer a prestação de contas.

A explicação

Notícia veiculada originalmente no sítio do Ministério Público do Maranhão, logo repercutiu em blogs e jornais impressos, surgindo versões, no mínimo, estranhas para o fato em questão.

Primeiro, a informação, postada através de comentário feito por visitante no blog de Iran Avelar, militante social de Urbano Santos, de que o veículo havia sido devolvido à Mardisa, local onde o mesmo fora comprado, pelo fato do prefeito anterior não ter feito a contrapartida. Por último, a afirmação feita pelo Luis Cardoso de que o Ministério Público cometeu erro, pois o ônibus apreendido não é de transporte escolar.

Em resumo, o jornalista afirma:

- o ônibus foi realmente adquirido em 2008, mas nunca foi pago à concessionária;
- feito levantamento patrimonial, no início da gestão do atual prefeito, Abnadab Léda, foi constatado que o veículo tinha defeito de instalação elétrica e estava em desuso;
- comunicando o fato ao FNDE, procedeu à devolução do veículo à concessionária e os valores do convênio àquele fundo, pois o dinheiro ainda estava na conta da Prefeitura.

Devida apuração

Reconstruindo a história, fica mais ou menos assim:

Em diligência, membros do Ministério Público e fiscais fazem apreensão de um micro-ônibus, tipo transporte escolar, em uma auto-escola de São Luís.

De acordo com os emblemas e selos, o veículo faz parte do programa “Caminho da Escola”, constatando-se, pela nota fiscal e documento de licenciamento, pertencer ao município de Urbano Santos.

Segundo o prefeito, Abnadab Léda, o veículo não mais pertence ao município, pois, ao proceder a levantamento patrimonial no início de sua gestão, ano de 2009, encontrou um micro-ônibus com problemas elétricos e em desuso.

Como os recursos não tinham sido gastos e ainda estavam na conta do município, comunicou o fato ao FNDE, em seguida providenciou a devolução do veículo à concessionária e dos recursos aquele fundo.

Simples, não! Acredite se quiser!

No entanto, se existem explicações para o fato, sobram dúvidas, que só podem ser sanadas mediante uma profunda apuração do fato.

E algumas perguntas que não querem calar!

Quer dizer que a concessionária Mardisa, segundo informa o Ministério Público, já com nota fiscal expedida, com veículo licenciado em nome do município e entregue ainda em 2008, resolveu, alguns meses depois da entrega no ônibus, este já com problemas elétricos e em desuso, recebê-lo de volta?

Se o ônibus foi adquirido legalmente pela auto-escola Padrão, por que esta ou a concessionária não providenciaram a retirada dos adesivos/selos identificadores do programa “Caminho da escola” e mudança de dados junto do Detran?

Como pode um gestor municipal resolver devolver recursos, quando está ciente de que o município precisa dos mesmos para garantir o transporte escolar seguro dos seus estudantes, numa região em que esse tipo de serviço público é de fundamental importância para a efetivação do direito à educação?

Se o município ainda está adimplente, ou seja, dentro do prazo de fazer a prestação de contas, por que devolveu os recursos, ao invés de adquirir outro transporte escolar, em perfeitas condições? Em qual legislação se baseou para fazer isso?

Como ficaram os estudantes nesse período, anos 2009-2010? Tiveram os seus direitos garantidos ou ficaram prejudicados?

Por que o fato em questão não foi devidamente comunicado ao Ministério Público, tanto estadual quanto federal?

Sobre isso, como se posicionou o conselho de controle social respectivo?

Mesmo que não exista crime, que só uma investigação profunda irá determinar, não pode deixar de ser apurada pelo Ministério Público a conduta do prefeito, a fim de verificar se ocorreram prejuízos de alguma espécie para os estudantes e para o município.

Caso se verifique algum tipo de lesão ao município, seja patrimonial ou aos princípios da administração pública, a conduta de improbidade administrativa estará configurada, podendo resultar, entre outras sanções, na cassação do mandato do prefeito, mais a sua inelegibilidade.

ESPAÇO CEDIDO AO PC DO B


ATENÇÃO: REUNIÃO TRANSFERIDA PARA O DIA 16.
MESMA HORA.
MESMO LOCAL.

quinta-feira, 24 de março de 2011

APROVAÇÃO DA NÃO-RETROATIVIDADE DA LEI DA FICHA LIMPA NÃO MUDA EM NADA SITUAÇÃO DA INELEGIBILIDADE DO ATUAL PREFEITO DE URBANO SANTOS, AQUI É A REPROVAÇÃO DE CONTAS QUE O TORNA INELEGÍVEL.

A Sessão da Câmara Municiapal que aconteceu em Cajazeiras em 2009, que APROVOU as contas que já haviam sido REPROVADAS - inclusive aprovadas agora com os votos de Gerardinho e Vanuza que antes tinham reprovado - foi anulada pelo Juíz da Comarca de Urbano Santos: por ser ordinária, não poderia ter acontecido fora da sede do legislativo, dentre uma série de outras irregularidades, como a negativa de aceitação dos pedidos de vista de vários vereadores.

Se a Justiça for feita, o atual prefeito de Urbano Santos cairá hoje. 

Se não cair, derrubaremos ele no voto ano que vem! Você já está convidado...

quarta-feira, 23 de março de 2011

ESTÁ NA PAUTA: IMPUGNAÇÃO DA CANDIDATURA DE ABNADAB LÉDA SERÁ JULGADA AMANHÃ PELO TSE, O ATUAL PREFEITO DE URBANO SANTOS TEVE CONTAS REPROVADAS E NEM PODERIA TER SIDO CANDIDATO EM 2008.





clique c EM 2008celular tênis mini-modem máquina fotográfica digital
clique para ampliar



BOMBA: MICRO-ÔNIBUS DO TRANSPORTE ESCOLAR DE URBANO SANTOS ESTAVA SENDO USADO EM AUTO-ESCOLA EM SÃO LUÍS, O VEÍCULO FOI APREENDIDO HOJE PELO MINISTÉRIO PÚBLICO ESTADUAL.





Fiscal do Inmetro apontando para o selo do FNDE
 O MPMA(Ministério Público do Maranhão) apreendeu na manhã desta quarta-feira, 23, um micro-ônibus do Município de Urbano Santos utilizado ilegalmente pela auto-escola Padrão, em São Luís. 
A apreensão foi realizada por uma equipe das Promotorias de Investigação Criminal e fiscais do Instituto de Metrologia e Qualidade Industrial do Maranhão (Inmeq-MA). 

O selo do Programa Caminho da Escola no pára-brisa
O veículo foi encaminhado à Promotoria de Defesa da Educação de São Luís. “Os documentos apresentados atestam que o ônibus foi adquirido com recursos do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação - FNDE”, explica o promotor de Justiça Paulo Silvestre Avelar Silva. 
O material, incluindo licenciamento do veículo e nota fiscal, será encaminhado à Polícia Federal para investigação e à Promotoria de Justiça de Urbano Santos. “Não há nada que justifique o uso de um veículo para o transporte escolar como propriedade de uma empresa, para fins particulares”, completa.
Promotor Paulo Avelar fala para imprensa sobre o caso
De acordo com o promotor Paulo Avelar, o ônibus faz parte do programa “Caminhos na Escola”, do Governo Federal, de fomento ao transporte escolar. “O veículo deveria estar servindo às crianças e adolescentes”. 
A fraude foi confirmada pelos fiscais do Inmeq, que constataram o mesmo padrão do Governo Federal com as palavras “transporte escolar” em auto relevo, cobertas, em parte, pelo adesivo com o nome da auto-escola. “Além disso, há o selo do Inmetro e do Caminhos na Escola”, explicou o fiscal do Inmeq João Sebastião Souza.
O ônibus com o adesivo da auto-escola
Participaram da equipe de apreensão os promotores de Justiça Cláudio Alberto Gabriel Guimarães, José Cláudio Cabral Marques e José Osmar Alves.


Redação: Johelton Gomes (CCOM-MPMA)
FONTE: Site MPMA

O Blogue Urbano Santos On-Line, agradece aos promotores que fizeram a apreensão, em especial ao Promotor de Educação Paulo Avelar que irá proceder a devolução do ônibus ao estudantes de Urbano Santos. 

Agora entendemos porque não houve transporte escolar nos últimos anos em Urbano Santos.


TRABALHO CONTINUA... 


...NA AUTO-ESCOLA PADRÃO.


COM A PALAVRA O SENHOR PREFEITO: 
ABNADAB SILVEIRA LÉDA


O povo de Urbano Santos aguarda ansiosamente sua próxima entrevista na Rádio Ponte Nova, onde falará sobre este assunto do ônibus, que teria sido devolvido ao FNDE.
================================
Arthur Disse:
1. ESSE ÔNIBUS ESCOLAR DA POSTAGEM FOI DEVOLVIDO A MARDISA POR QUE O SEU PREFEITO ALDENIR NÃO PAGOU A CONTRAPARTIDA DO CONVÊNIO PARA AQUISIÇÃO DO MESMO1!!!!

2. É BOM QUE VC EXPLIQUE DIREITO E NÃO DIVULGUE INFORMAÇÕES PELA METADE, PARA NÃO FERIR SEUS ALIADOS
3. A NOTICIA SERIA TEM REPERCUSSÃO POSITIVA JÁ A MAL DIVULGADA NÃO TEM CREDIBILIDADE NENHUMA, UM CONSELHO , ANTES DE PUBLICAR NOTICIAS EM SEU BLOG, PESQUISE A FUNDO PAR OBTER CREDIBILIDADE, POIS O QUE SE SABE QUE VC NÃO TEM NENHUMA...

Iran Avelar respondeu:
1. Se ele foi devolvido para a mardisa, nao deveria, pois em 2009 nao houve transporte escolar em US(comprovado pela CGU), se estava com problemas eletricos que fosse reparado, o que nao tem reparo eh o prejuizo que as criancas tiveram. 
Aldenir nunca foi meu prefeito (quando eu votei nele-2008-, ele nao foi eleito), mas sabe de quem ele foi prefeito-2004-? 
veja a foto ao lado>>> 
Se ele nao pagou a contrapartida, foi neste mandato 2004 apresentado por quem?
Alem do que, quem devia nao era a pessoa do aldenir e sim a prefeitura, porque o atual prefeito nao pagou a divida para termos transp. escolar em 2009?

2. Nao quero saber se divulgo informacoes que ferem meus alidos, quero saber que as criancas de santa maria, fortaleza, raiz e varias outras nao tiveram transp. escolar em 2009. Porque? culpa de quem? que seja apurado e tomadas as medidas contra quem quer que seja, e ainda lhe digo, vou publicar aqui o resultado dessa estoria, doa a quem doer. Se houve roubo, que sejam presos todos os envolvidos!

3. Sobre credibilidade: a fonte da informacao eh o proprio ministerio publico e o fato da apreensao eh veridico, o que mais vc quer?
PS. Caso vc seja o Arthur Leda, aproveite que vc recebe pela prefeitura de Urbano Santos como chefe do tesouro se nao me engano do patrimonio tambem, sobrinho do prefeito que é,  configurando nepotismo, e mande uma carta de esclarecimento sobre este onibus que eu publico. 
Uma ultima pergunta: vc conhece urbano santos?
Pois, procure conhecer o lugar de onde vc recebe salario, antes que Ele acabe!




terça-feira, 22 de março de 2011

OS PRIMEIROS TELEFONES DE URBANO SANTOS




.
Em 1951, havia na cidade de Urbano Santos apenas 3 aparelhos telefônicos. O primeiro da agência dos correios, a serviços telegráficos. O segundo na residência do Sr° José Gervásio de Araújo (o seu Juca), pai do Sr° Eider e o terceiro na residência do Sr° José dos Santos Carvalho, (Zeca Maia), pai do Sr° Paulo Silva Carvalho (Pauleca).

Era considerado um sistema de comunicação muito avançado. A instalação e manutenção era feita por pelo Sr° José Gervásio de Araújo.

Sendo que este ao instalar o telefone na casa do Sr° Pauleca, realizou a primeira chamada daquele, como teste.

O funcionamento do aparelho era através de uma bateria composta por um pó químico. Nos serviços de telégrafos, logo foi sendo substituída por uma pilha.





Por Marcia Cristina






Agradecimentos ao Sr. Paulo Silva Carvalho - Pauleca




.

ANDIROBA, UMA LUTA PELA TERRA - UM FILME DE JEROME PERRET. Parte 2 de 6. Veja todas terças.





suzano papel eucaliptomargusa gerdau
Neste capítulo Vale fala sobre a figura do padre como alguém que ajuda a levar para o céu no imaginário popular, a reação da Prof. Anita ao saber que do casamento do Pe. Vale e de sua candidatura a deputado estadual, Prof. Anita lembra ainda do Sr. Rui do Bonfim.

O trabalhador rural Zé Martins fala de sua expulsão e de sua família da 1ª área comprada pela Paineiras em Urbano Santos, de como produziam nela, veja mais da resistência popular na audiência pública e de trabaladores que apoiam o empreendimento e Vale declara que audiência pública era apenas uma formalidade.




.
ANDIROBA 2 DE 6
a exibição depende da qualidade da conexão




sábado, 19 de março de 2011

URBANO SANTOS APROVEITA A VISITA DE OBAMA AO BRASIL E PEDE AJUDA HUMANITÁRIA

 Obs: O blogue US On-Line é a favor da auto-determinação dos povos e não apoia invasões americanas, exceto no caso da Líbia, onde o ditador Muamar Kadafi bombardeia com aviões seu próprio povo. 
Além do que, não poderíamos perder essa piada!

quinta-feira, 17 de março de 2011

PETROBRAS EM URBANO SANTOS - 1959




.

Em 1959, chegou em Urbano Santos uma expedição da Petrobrás, hospedaram-se na casa da senhora Santinha na Av. Manoel Inácio s/n. Trazendo desenvolvimento para nossa pequena cidade, empregando várias famílias por mais de um ano.
Hoje na cidade encontra-se algumas relíquias como por exemplo:
Colheres com a marca da Petrobrás.
A Petrobrás contava aproximadamente com 80 homens chefiados pelo gaúcho Dr. Rudi.
A empresa petrolífera tinha a finalidade de fazer estudos geológicos, geográficos e sísmicos.
Urbano Santos servia de pólo, as equipes se descolavam para as outras cidades vizinhas como: Chapadinha, Anapurus, Brejo, Stª. Quitéria, Barreirinhas, St°. Amaro, Axixá, Rosário, Itapecuru e V. Grande. No Itapecuru o estudo era feito tanto por terra quanto pelo rio até Coroatá.
A pesquisa foi feita por toda a região litorânea. O objetivo era descobrir possíveis pontos de petróleo onde foi identificado vários pontos como Barreirinhas, St° Amaro, seus transportes terrestres, Jeep, na água, barcos, canoas e no ar, helicópteros.
A segunda equipe veio em 1966 com acompanhamento próximo a casa do prefeito na época Henri Dualibe, onde hoje é a casa do Sr. Valdivino Correa. Um dos chefes administrativos era Dr° Braga que por sinal construiu família com uma jovem filha de Urbano Santos, Mª Tereza Soeiro Araújo (Tetê), filha do Sr. Francisco dos Arujos e Auridéia Soeiro.
Para o estudo de topografia usavam aparelhos de leitura do solo chamando “Alidade” e a gravimetria da terra era feita com um aparelho chamado gravimetro.
Dados fornecidos pelo Dr. Amadeu Sousa Santos, filho de Urbano Santos que fez parte das equipes de pesquisas da primeira expedição.
Por: Lélia Frazão





.

CASTRO ALVES - O CANTADOR DA LIBERDADE - POR JOSÉ ANTÔNIO BASTO, NOSSO POETA URBANOSANTENSE!







(saudações a Castro Alves)
 
  I
No ano de mil e oitocentos                     fotos do poeta Castro Alves
E quarenta e sete corria                 
Nasce o príncipe da poesia                                                  
Marcando o seu acento
Com base e firmamento
Castro Alves trovador
Liberto como o condor
Que ficou em nossa história
Foi coroado de glória
Este ilustre cantador.

II
Em quatorze de março então
É o seu aniversário
Cresceu num educandário
Onde teve educação
Menino bom de lição
Começou escrever poesia
Este filho da Bahia
Invocado por pinturas
Viveu da literatura
Liberdade pretendia.

III
Era filho de Dr. Antonio
E dona Clélia Brasília
Moça de boa família
Jovem de muitos sonhos
Não tinha estados tristonhos
Gostava muito de brincar
Pequeno, começou a versar
Quando o talento explodiu
E no pensamento fluiu
Seu canto para brilhar.

IV
Castro Alves teve inclinação
Para a sua poesia
Nas aulas que assistia
Na época de sua formação
Teve um dia a decisão
De recitar em praça pública
Anunciando a república  
À toda sociedade
- É o cantador da liberdade
O poeta da nação.
V
Passou sua primeira infância
Dentro do sertão baiano
Onde fez os primeiros planos
Pra mais tarde a adolescência
Desenvolveu sua essência
Compôs os primeiros versos
Ainda com poucos sucessos
Pra se tornar um artista
Nasce ali o abolicionista
“Poeta da escravidão.”

VI
Com treze anos de idade
O poeta foi surpreendido
Por ver um escravo sofrido
Padecer na crueldade
Tomou como liberdade
A pena e o tinteiro
O poeta brasileiro
Dali começa a lutar
Com o intuito de mudar
O sistema desordeiro.

VII
Escreveu vários poemas
Contra a escravidão
Foi um jovem de ação
Pra resolver os problemas
Esta linha foi o tema
Do poema mais famoso
Recitando corajoso
Pra quem estava por lá
Ninguém o fez se calar
Nem se quer foi temeroso.

VIII
Falo de “O Navio Negreiro”
Obra de muita importância
Denunciou a ignorância
Dos piratas bandoleiros
Com a alma de guerreiro
Incentivou a liberdade  
Gritou pra sociedade
Nos versos e nos jornais
Em lances sensacionais
Curtindo sua mocidade.



IX
Criou clubes abolicionistas
Com o amigo Rui Barbosa
Numa situação perigosa
Aos olhos dos escravistas
Era também jornalista
Nessa medonha distância
Lutou contra a ignorância
Daquele setor insano
Exemplo de ser humano
Por toda sua militância.

X
Foi romântico dedicado
Com razão pra alegria
Derramou sua poesia
Por ser muito estudado
Era culto e admirado
Por - Machado e Alencar –
Com Eugênia foi morar
Viveu uma grande paixão
Partindo seu coração
Ao lado de quem foi gostar.

XI
Ainda em mil e oitocentos
E setenta, já passava
Sua poética disparava
Preparando seu assento
Nas páginas do firmamento
Das “Espumas Flutuantes”
É o livro mais importante
Na linha do romantismo
Apesar do heroísmo
De poeta militante.

XII
Um ano após o lançamento
De “Espumas Flutuantes”
Ele fica mais doente
Com bastante agravamento
Dar-se o seu falecimento
Em Salvador a cidade                  
Viveu sua mocidade
Em seis de julho morreu
Poeta, tua fama valeu!
Cantador da liberdade.           E-mail: jabastopoetaser@gmail.com

                            Autor: José Antonio BastoPoeta urbanossantense
Urbano Santos/MA, 14 de Março de 2011 – Dia Nacional da Poesia Brasileira
*Dedicado ao Dia da Poesia e aos 164 anos de eternidade do Poeta Castro Alves.

O mausoléu de Castro Alves


Em meio a uma chapada calma e densa                Foto do Mausoléu de Castro Alves – no Estado da Bahia
http://melancolicailusao.zip.net/images/maus.jpgLá está a tumba do poeta
Ouvindo das selvas a canção cadente
Que fala de amores férvidos e singelos
Lá está em meio à natureza
O Mausoléu de Castro Alves
Traçando ainda um adeus ao seu passado
A sua mocidade que viveu bastante
Lá está ainda os traços
Do poeta condoreiro
Que decolou em altos voos
Em horas que vagou louco... perdido        
Perdido de amores por diversas damas
Registradas em sua lírica
Em seu alento selvagem...
Lá está ainda em meio à floresta calma
O heroísmo desse romântico da terceira geração
O último romântico
O mais aperfeiçoado do romantismo brasileiro
Lá está aquele que lutou pelo fim da escravidão
Aquele que anunciou a república
Lá está plantado no sertão
De onde tirou tanta inspiração
Lá está o poeta Castro Alves
O poeta romântico  
Que não queria morrer precocemente
Lá está coberto de glórias
A maior voz da poesia
Que ecoa na linha do tempo
Lá está patrioticamente
Plantado para sempre em seu túmulo
“O cantador da liberdade.”

                                          Autor: José Antonio Basto

Pequena nota biográfica

Antonio Frederico de Castro Alves, nasceu em 14 de março de 1847, na Fazenda Cabeceiras, Curralinho, no sertão da Bahia, hoje Cidade Castro Alves e morreu em 6 de Julho de 1871 na cidade de Salvador. Segundo filho do Dr. Antonio José Alves e D. Clélia Brasília da Silva Castro. Castro Alves passou sua primeira infância no sertão baiano até o inicio de 1854, quando a família muda-se para a Capital Salvador. Começou a escrever aos doze anos de idade e recitar para os seus professores e colegas de sala, onde tirava grande admiração pelo público, apesar de tão jovem. Seu primeiro poema publicado na imprensa foi “A canção do africano” – dando inicio a sua campanha abolicionista nos jornais. O poeta estudou Direito, nas Universidades de Recife e São Paulo. Foi o maior representante da última geração romântica brasileira. Muito doente, publica em 1870 em Salvador, sua obra “Espumas Flutuantes” único livro publicado em vida. Suas composições apresentam poesias lírico-amorosas de caráter social e existencial. Castro Alves anunciou a república e denunciou a escravização dos africanos e dos negros brasileiros, apesar de ironicamente ser um branco de classe média alta. Foi um verdadeiro poeta dedicado às lutas sociais em defesa da vida, dos direitos humanos e da liberdade. Ficou conhecido como “O poeta dos escravos” e a data de seu aniversário, 14 de março, foi escolhida para ser comemorada como “O DIA NACIONAL DA POESIA BRASILEIRA.
  
                                 José Antonio Basto
                                 (crítico)